O que tem dentro do caminhão do corpo de bombeiros?

O corpo de bombeiros do estado do Rio de Janeiro é, sem sombra de dúvidas, um dos mais importantes que temos, pois foi o primeiro a ser inaugurado, em 1856, sob tutela de D. Pedro II. Fernando Siqueira Carvalho é um empresário obstinado pelo mundo automobilístico e conta à nossa redação as características de um caminhão do corpo de bombeiros.

Há diversos departamentos do corpo de bombeiro, contudo, em São Paulo e Rio de Janeiro, ambos fazem parte da polícia militar, aumentando, assim, a eficiência em suas atividades. Além disso, em todas as seções desempenham um papel primordial e essencial para a vida das pessoas.

O que difere um caminhão de carga normal ao caminhão do corpo de bombeiros é, obviamente, os compartimentos e itens que estão presentes, afirma Fernando Siqueira Carvalho. Partindo dessa premissa, o empresário conta à nossa redação o que tem dentro dos caminhões vermelhos.

Em primeiro lugar, o mais imprescindível compartimento é o tanque de água presente nos caminhões dos bombeiros, em suma, os tanques costumam comportar uma enorme quantidade de água e, junto da técnica do bombeiro e da mangueira, garantem o salvamento de milhares de pessoas todos os anos.

Os chamados ABE (Auto Bomba Escada) são caminhões que possuem escadas acopladas a ele e que são retráteis. Usados em locais de grande emergência, são veículos mais leves e rápidos, garantindo, assim, atendimento o mais rápido possível, enfatiza Fernando Siqueira Carvalho.

Há também um painel de controle com inúmeras especificações e funcionalidades, bem como uma bomba que oferece uma pressão maior da água em direção ao foco do fogo. Há outras seções, mas as principais são essas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui