Neto de fundador de Lojas Marabraz é baleado em assalto nos Jardins, SP

Criminosos fugiram sem roubar caminhonete de empresário, na segunda.
Tentativas de sequestro e execução são outras hipóteses investigadas.

Um empresário de 31 anos foi baleado por pelo menos dois criminosos, na noite de segunda-feira (16), durante tentativa de assalto nos Jardins, área nobre perto da região central de São Paulo, informou a Polícia Militar (PM).

De acordo com o boletim de ocorrência registrado no 14º Distrito Policial (DP), em Pinheiros, Abdul Hadi Fares dirigia sua caminhonete Volkswagen Amarok preta, a caminho do condomínio onde mora,  quando foi abordado e baleado por assaltantes.

O empresário é neto do fundador das Lojas Marabraz, mas não participa da gestão da empresa. A assessoria de imprensa da Marabraz informou ao G1 que Fares possui uma loja de móveis de luxo no Jardim Europa, que ficou fechada nesta terça-feira (17).

A Polícia Civil busca imagens de câmeras de segurança para tentar identificar os bandidos, que fugiram sem levar o veículo de Fares. Não há informações se o empresário reagiu. Além da tentativa de roubo, são investigadas as hipóteses de tentativas de sequestro ou execução.

“Inicialmente estamos investigando uma possível tentativa de roubo, até porque foi a vítima que falou isso aos policiais militares no hospital”, disse o delegado Marco Aurélio Batista, titular do 15º DP, Itaim Bibi, na Zona Sul, onde o caso é investigado.

A equipe de reportagem não conseguiu localizar Fares para comentar o assunto. Ele estava internado no Hospital Sírio Libanês, para onde foi levado pelo resgate do Corpo de Bombeiros, e depois passaria por cirurgia. Procurada, a assessoria de imprensa do Sírio Libanês afirmou, por telefone, que ainda buscava informações sobre o paciente.

Segundo policiais ouvidos pelo G1, Fares seria operado e não corre risco de morrer.

Ao todo, os criminosos dispararam quatro vezes contra ele. Cápsulas de pistola 380 mm foram encontradas na Rua Baviera, perto da Praça Coração de Maria, no Jardim Europa.

O empresário foi atingido na barriga e na perna. Essa foi a segunda vez que ele foi vítima de uma tentativa de assalto. A primeira ocorreu em 2011, quando também foi baleado.

O caso
De acordo com o registro policial, Fares foi abordado pelos assaltantes por volta das 23h30, quando voltava com sua caminhonete do trabalho em direção à sua casa, um prédio de esquina.

Enquanto esperava a abertura do portão no condomínio, o motorista foi surpreendido por dois homens armados, que saíram de um carro e anunciaram o roubo. Eles queriam levar a Amarok da vítima. Ao sair do veículo, o empresário foi atingido por dois tiros.

Testemunhas ouvidas pelo G1 disseram ter escutado tiros e pedidos de “socorro” de Fares, que estava morando há cerca de oito meses no prédio. Quando saiu da caminhonete, que estava desengatada, ela bateu em um muro. O empresário ainda conseguiu entrar no condomínio para pedir ajuda e caiu ensanguentado no estacionamento.

Depois disso, os criminosos entraram no carro que os escoltava e fugiram sem roubar a caminhonete. Eles seguiram em direção à Avenida Juscelino Kubitschek, Zona Sul da capital, e são procurados.

A polícia ainda não tem a identificação deles e apura se tiveram a ajuda de mais dois comparsas. Para isso, busca imagens de câmeras de segurança para saber se elas gravaram o automóvel dos bandidos ou seus rostos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui