Títulos públicos operam próximos da estabilidade nesta quinta-feira

Brazilian currency. Money on the wooden table in one hundred and fifty reais banknotes.

SÃO PAULO – Os títulos públicos negociados via Tesouro Direto operam próximos da estabilidade na tarde desta quinta-feira (11).

O Tesouro Prefixado com vencimento em 2026 pagava um prêmio anual de 7,08% – o mesmo apresentado na tarde de ontem. Da mesma forma, o juro pago pelo Tesouro Prefixado 2024 se mantinha em 6,46% ao ano.

Entre os títulos atrelados à inflação, o com vencimento em 2035 pagava uma taxa anual de 3,58% nesta tarde, ante 3,59% anteriormente, enquanto o juro pago pelo Tesouro IPCA+ com juros semestrais 2055 era de 3,945, ante 3,96% na sessão anterior.

Já os papéis indexados à Selic para 2024 e 2027 ofereciam remuneração acima da taxa básica de juros de 0,15% e 0,33%, respectivamente, as mesmas da sessão passada.

Leia também:
Tesouro Direto lança três títulos públicos na plataforma; entenda

Confira os preços e as taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto nesta quinta-feira (11):

Fonte: Tesouro Direto

Auxílio emergencial e volume de serviços

No Brasil, as atenções recaíram sobre as discussões de um novo auxílio emergencial e a divulgação de dados econômicos.

Enquanto a equipe do ministro da Economia Paulo Guedes defende medidas de redução da despesa, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse que a edição de uma nova PEC de Guerra está em discussão.

O presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, por sua vez, defende ‘excepcionalizar’ o gasto com o benefício, dada “sua urgência e a ausência de orçamento votado”. Ele defende, contudo, as reformas e o teto de gastos.

Nesta quinta, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que o governo estuda renovar o auxílio emergencial por três ou quatro meses a partir de março, e voltou a defender a necessidade de se fazer isso com “responsabilidade fiscal”.

Leia mais:
Equipe econômica tem disputa contratada com mundo político na renovação do auxílio emergencial

Ainda no âmbito político, a Câmara dos Deputados aprovou ontem o projeto que garante a autonomia formal do Banco Central. O texto já passou pelo Senado e agora vai para a sanção presidencial.

Entre outros pontos, o projeto determina que o presidente do Banco Central deverá ter mandato de quatro anos, não coincidente com o mandato do presidente da República, em uma tentativa de proteger o órgão de pressões políticas. O documento também estabelece a substituição escalonada dos outros diretores da instituição.

Na agenda de indicadores domésticos, após dados do varejo abaixo do esperado em 2020, o volume de serviços no Brasil registrou baixa de 0,2% em dezembro ante novembro, e encerrou o último ano com queda de 7,8%.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), esta foi a queda mais intensa da série histórica da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), iniciada em 2012.

O resultado veio abaixo do esperado pelos economistas consultados pela Refinitiv, de alta de 0,4% na comparação com novembro e de queda de 2,6% frente a dezembro de 2019.

Cena internacional

No exterior, repercutiram as falas de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve (banco central dos Estados Unidos), durante evento virtual do Clube Econômico de Nova York na quarta-feira, de que a política monetária deve permanecer “pacientemente acomodativa”.

Segundo ele, há “riscos de baixa” para o nível da atividade americana e não é possível garantir quando haverá a chamada “imunidade de rebanho” para a Covid-19, possibilitando uma reabertura total da economia.

Além disso, o processo de impeachment contra o ex-presidente republicano Donald Trump continua.

Ontem, parlamentares democratas responsáveis pelo processo na Câmara apresentaram uma linha do tempo na qual mostraram que Trump teria sido “singularmente responsável” por incitar o ataque ao Capitólio, sede do Legislativo americano, que resultou em cinco mortes em janeiro.

Já pensou em ser um broker? Esta série gratuita do InfoMoney mostra como entrar para uma das profissões mais bem remuneradas do mercado. Deixe seu e-mail abaixo para assistir.

The post Títulos públicos operam próximos da estabilidade nesta quinta-feira appeared first on InfoMoney.