STF dá 48 horas para Anvisa informar documentos faltantes para análise da Sputnik V

BRASÍLIA – O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal (STF), deu 48 horas de prazo para que a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informe a relação de documentos faltantes para a análise definitiva do pedido de importação da vacina russa contra Covid-19 Sputnik V.

Lewandowski atendeu a um pedido apresentado pelo Estado do Maranhão. O governo maranhense alegou ao STF ter fornecido novos documentos à agência para embasar o pedido de importação, mas disse que o órgão regulador não teria feito uma nova análise.

“Preliminarmente, informe a Anvisa, em 48 horas, de maneira pormenorizada, quais os documentos faltantes para uma análise definitiva do pedido de autorização excepcional e temporária de importação e distribuição da vacina Sputnik V, subscrito pelo Estado do Maranhão”, disse Lewandowski, em despacho nesta segunda-feira.

No dia 26 de abril, a Anvisa rejeitou pedido de importação da Sputnik V feito por governos estaduais alegando, na ocasião, falta de informações suficientes para garantir a segurança, a qualidade e a eficácia do imunizante.

Série gratuita ensina na prática como identificar ativos com excelente potencial de valorização. Clique aqui para se inscrever.

The post STF dá 48 horas para Anvisa informar documentos faltantes para análise da Sputnik V appeared first on InfoMoney.