Entregas de vacina da Johnson & Johnson caem 85% nos Estados Unidos e preocupam autoridades

Frascos rotulados como de vacina contra Covid-19 em frente ao logo da Johnson and Johnson em foto de ilustração 09/02/2021 REUTERS/Dado Ruvic

SÃO PAULO — A vacina da Johnson & Johnson, considerada uma das mais importantes nos planos de vacinação nos Estados Unidos por necessitar apenas de uma única dose, terá entregas reduzidas na próxima semana. Apenas 700 mil doses serão distribuídas para os estados americanos, comparado a mais de 4,9 milhões de doses entregues esta semana. As informações são do The Wall Street Journal.

“É com certeza bem menos do que esperávamos”, disse o Dr. Danny Avula, coordenador de imunização do estado da Virgínia, ao jornal. “Vai demorar mais para aqueles que querem uma vacina serem vacinados.”

Leia também:

A empresa americana tem sofrido problemas na fabricação de sua vacina. Na última semana, a Johnson & Johnson teve que jogar fora mais de 15 milhões de doses após insumos de “baixa qualidade” estragarem vacinas produzidas em uma fábrica terceirizada, em Baltimore.

Por ser dose única, a vacina da Johnson & Johnson é considerada importante para a estratégia de imunização nacional do governo dos Estados Unidos. Por exemplo, ajuda a ampliar a vacinação de alunos universitários no fim do ano letivo. Estudantes não teriam que esperar para receber uma segunda dose após encerrar o ano escolar e poderiam voltar para a sua cidade natal nas férias, já que a maioria dos campus universitários fecha os apartamentos estudantis no verão americano.

A vacina da Johnson & Johnson também é importante para o exército dos EUA, já que são mais fáceis de armazenar e distribuir ao redor do mundo que as da Pfizer ou Moderna.

Com isso, vários estados já tiveram que alterar seus planos de vacinação para se adaptar ao número menor de vacinas disponíveis. O estado do Connecticut, por exemplo, agora estuda vacinar estudantes universitários com a primeira dose da Pfizer ou Moderna, e depois coordenar para que recebam a segunda dose em seu estado natal, segundo a Associated Press.

Ritmo acelerado

Cerca de 34% da população americana já recebeu pelo menos uma dose da vacina, segundo dados do New York Times, com 20% completamente imunizada. Ao todo, são mais de 174 milhões de doses de vacina já aplicadas no país.

O presidente Joe Biden declarou que espera que todos os adultos americanos estejam elegíveis à vacinação contra Covid-19 a partir do dia 19 de abril. Segundo projeção do Times, no atual ritmo de vacinação, cerca de 70% da população adulta americana está imunizada em meados de junho. Em julho, esse número pode chegar a 90%.

Quer entrar para o setor da economia que paga os melhores salários em 2021? Assista à série gratuita Carreira no Mercado Financeiro e descubra como.

The post Entregas de vacina da Johnson & Johnson caem 85% nos Estados Unidos e preocupam autoridades appeared first on InfoMoney.