Biden pede unidade e alerta sobre ameaça da China em discurso no Congresso

WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, propôs um novo plano de 1,8 trilhão de dólares durante discurso ao Congresso do país na noite de quarta-feira, pedindo aos parlamentares republicanos que trabalhem com ele em questões controversas para fazer frente à competição imposta pela China.

Ao defender a visão de mais governo financiado pelos mais ricos, o presidente democrata fez um apelo aos republicanos que até agora se opuseram a ajudá-lo a aprovar uma série de leis que vão de impostos a reforma policial e de controle de armas e imigração.

Os republicanos permaneceram sentados em silêncio na maior parte do discurso, enquanto os democratas aplaudiam ao passo que Biden falava.

Biden, que assumiu em janeiro, também fez uma defesa apaixonada da taxação de empresas e de norte-americanos ricos para ajudar a financiar seu programa de 1,8 trilhão de dólares chamado “Plano da Família Americana”.

“É hora da América corporativa e o 1% mais ricos dos americanos pagarem sua parcela justa –simplesmente pagar sua parcela justa”, disse Biden.

Ele discursou na Câmara dos Deputados dos EUA em um evento reduzido por causa da pandemia de Covid-19, retirando sua máscara para falar para um grupo de cerca de 200 parlamentares democratas e republicanos, outras autoridades e convidados.

Biden está tentando se equilibrar entre os republicanos que se opõem a mais gastos governamentais e ao aumento de impostos necessário para financiá-los e os democratas progressistas que querem que ele pressione por planos mais agressivos.

Aprenda como ganhar dinheiro prevendo os movimentos dos grandes players. Na série gratuita Follow the Money, Wilson Neto, analista de investimentos da Clear, explica como funcionam as operações rápidas.

The post Biden pede unidade e alerta sobre ameaça da China em discurso no Congresso appeared first on InfoMoney.