BCE aponta riscos elevados à estabilidade financeira na zona do euro

O Banco Central Europeu (BCE) avalia que os riscos à estabilidade de empresas, bancos e mercados financeiros da zona do euro permanecem “elevados”, devido ao impacto desigual da pandemia de covid-19 na região, e alerta que a eventual retirada de medidas de alívio pode levar a um salto no número de falências.

Segundo o BCE, existe um “aglomerado de riscos em alguns setores e países”, e empresas do setor de serviços, que foram mais atingidas pela pandemia, se endividaram e ficaram mais vulneráveis a uma situação de fraqueza econômica prolongada.

“Um aumento de falências corporativas poderá ter impacto nas famílias por meio da perspectiva de emprego, o que até agora foi evitado por medidas de apoio”, disse o BCE em sua Revisão de Estabilidade Financeira, relatório semestral divulgado nesta quarta-feira.

No documento, o BCE prevê que medidas de alívio implementadas por governos da zona do euro deverão continuar sustentando a recuperação econômica, mas recomenda iniciativas mais direcionadas e maior foco nos setores mais prejudicados pela covid-19, especialmente o de serviços.

Stock Pickers lança curso online e gratuito que ensina a identificar ativos com ótimo potencial de valorização. Inscreva-se.

The post BCE aponta riscos elevados à estabilidade financeira na zona do euro appeared first on InfoMoney.