Quem é apaixonado por motos sabe da sensação maravilhosa de ser livre por aí e conseguir desbravar o mundo a fora com sua motocicleta. O entusiasta Fernando Siqueira Carvalho irá comentar sobre sua paixão pelas motos antigas e como era antigamente esse mundo das motocicletas.

As motos lendárias foram sucesso no Brasil a partir dos anos 70 e 80, nessas décadas, a Honda estava em alta e oferecendo alguns modelos que chamaram atenção de muitas pessoas. A marca japonesa dificilmente decepciona os apaixonados por motos, por isso que ela é consolidada no mercado e está em primeiro lugar de motocicletas mais vendidas do Brasil.

Em 1980 a Honda lançou a CB400, uma moto silenciosa e que chamava atenção por onde passava pelo seu modelo e sua estética avançada. Na época, a CB400 se tornou uma das motos mais vendidas, ela tinha a potência um pouco menor do que suas concorrentes, porém, seu motor inovador era o diferencial para que ela alavancasse nas vendas. A motocicleta ficou no mercado automotivo durante 14 anos, logo após foi substituída pela CB450.

Outra moto que fez sucesso foi da marca também japonesa Yamaha, o modelo DT180 foi lançada em 1981, e ela foi considerada uma moto ideal tanto para cidade quanto para estradas. Fernando Siqueira Carvalho informa que o modelo foi uma das que ficou mais tempo no mercado automobilístico de motos no Brasil. A fabricação dela foi de 1981 até 1997, com duas versões, 180N e a 180Z.

Por último, a motocicleta que fez história no Brasil e uma das mais importantes foi a Honda CG125. O modelo teve lançamento em 1976, Fernando Siqueira lembra que a motocicleta foi a primeira a ser fabricada no Brasil. A moto se destacou por ser econômica e pela sua mecânica simples. A motocicleta fez história porque foi a mais vendida do Brasil, finaliza Fernando.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui